Os cinco vencedores da 4ª edição do concurso de marchinhas Mestre Jonas serão conhecidos logo mais, no início da noite desta sexta-feira (13), a partir das 18 horas, na Estação do Samba da avenida Brasil, no bairro Santa Efigênia, região Leste da capital.
 
Há quatro anos, o evento vem resgatando a tradição das marchinhas em Belo Horizonte e ganhando mais notoriedade - tanto de público quanto de inscritos (recorde de 268, em 2015).
 
Neste ano, dez finalistas concorrem ao prêmio total de R$ 16 mil (R$ 7 mil a mais do que no ano passado): R$ 6 mil para o primeiro lugar, R$ 4,5 mil para o segundo, R$ 3 mil para o terceiro, R$ 1,5 mil para o quarto e R$ 1 mil para o quinto colocado.
 
As finalistas já passaram pelo crivo dos jurados para chegar à escolha final. Quinze marchinhas foram pré-selecionadas pela comissão organizadora e anunciadas no final do mês passado. No último sábado (7), durante a Banda Mole, um júri especializado escolheu as dez melhores composições.
 
Edições anteriores
 
Em 2012, a marchinha vencedora foi "Na coxinha da madrasta", que denunciava irregularidades na Câmara Municipal de BH; em 2013, "Imagina na Copa" faturou o maior prêmio; em 2014, o destaque foi "Baile do Pó Royal".
 
Finalistas do Concurso de Marchinhas Mestre Jonas 2015
 
Cordão da Conceição - Chico Amaral
Do desespero à alegria - Pablo Castro
Esse Cana-bidiol - Ruston Albuquerque, André Albuquerque e Ricardo Gomes
Eu quero todo mundo dando beijo na boca - Luiz Rocha
Eu sou Charlie - Valdênio de Adelaide
Rock’roll de carnaval - Rafael Fares, Thiakov e Fernando Goulart
Selfolia - Gustavo Maguá, Vitor Veloso e Alexandre Horta
Sudorese em BH - Thiago Dibeto, Marcelo Guerra e Olavo Botelho
Tira a mão do meu pai - Zezé Daniel e Marcos Frederico
Rejeitados de Guarapari - Flávio Boca, Rae Medrado e Sérgio Duá