Hoje, 08 de agosto, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Colesterol. O colesterol – quando está alto – é um fator de risco que facilita a aparição de várias doenças, como, por exemplo, a arteriosclerose, a isquemia cerebral e infartos. Para evitar os males, a nutricionista Maria Emília França, do Hospital Federal Cardoso Fonte, no Rio de Janeiro deu algumas dicas.

Segundo a nutricionista, o colesterol é um conjunto de gorduras necessário para o organismo exercer algumas funções, como a produção de determinados hormônios. Portanto, precisamos dele, mas é preciso ingeri-lo de forma equilibrada para manter as taxas regulares.

O que evitar:

- carnes muito gordurosas, como carne de porco e linguiças
- queijo amarelo
- biscoitos
- pizzas
- salgados
- comidas fritas

O que comer:

- peixes
- aveia
- alimentos integrais em geral (pão, arroz, macarrão)
- castanhas
- nozes
- frutas, principalmente as vermelhas (tomate, morango, goiaba, acerola)
- Legumes e verduras 

Mesmo com todos os cuidados com a alimentação, fica difícil controlar o colesterol sem aliar com as atividades físicas. “Quando você começa a usar atividade física você gasta a gordura acumulada e baixa o colesterol. É mais difícil controlar sem atividade física”, ressalta Maria Emília.

Mesmo quem não costuma comer muitos alimentos industrializados e gordurosos pode ter problemas com o colesterol. Além desses fatores, a hereditariedade pode determinar um colesterol alto mesmo em pessoas de hábitos saudáveis.
Para manter o colesterol controlado e a saúde em dia, faça exames regulares, mantenha uma alimentação saudável e pratique exercícios físicos.

(Fonte: Blog Saúde)