Dois homens ficaram feridos durante tiroteio no fim da noite dessa terça-feira (12), no aglomerado da Serra, região Centro-Sul de Belo Horizonte. Segundo a Polícia Militar, a ação criminosa teria sido motivada pela disputa do tráfico de drogas entre as gangues do “Pau Comeu” e “Del Rei”.

Viaturas da polícia foram deslocadas ao local após a corporação receber denúncia anônima informando sobre tiroteio envolvendo aproximadamente 15 homens fortemente armados, utilizando roupas camufladas e coletes à prova de balas.

Um suspeito de 30 anos foi encontrado ferido com sete tiros, sendo socorrido ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. Os militares verificaram que havia um mandado de prisão contra ele.

Logo depois, a polícia foi informada que um jovem de 21 anos deu entrada em um hospital particular da região ferido com um tiro na nádega. Ele também estava com mandado de prisão em aberto. A dupla está hospitalizada com escolta policial.

Revolta

Moradores da região reclamam da falta de ação da polícia. “Toda semana tem tiroteio aqui. Vemos a polícia chegar depois que as gangues já se mataram. Até quando seremos obrigados a conviver com isso”, desabafa um médico que pediu para não ter o nome divulgado.

A estudante Priscilla Avelar, de 32 anos, disse que já procura outro local para morar. Ela conta que há um mês os moradores do prédio em que mora encontraram marcas de tiros no muro da edificação. “Sou de Bom Despacho e nunca tinha visto coisa parecida. Se a polícia não fizer nada, BH ficará como as favelas do Rio de Janeiro, sem autoridade nenhuma”.

A PM informou que militares do 22º Batalhão reforçaram as ações dentro do aglomerado na tentativa de localizar e prender os autores do tiroteio. Equipes do Tático Móvel e do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) também estão na região.