Seis escolas de Janaúba, no Norte de Minas, foram vistoriadas pelo Corpo de Bombeiros nesta terça (10) e quarta-feira (11). De acordo com o tenente coronel Waldeci Gouveia, comandante do 7º Batalhão de Bombeiros Militar, nenhuma das instituições de ensino apresentava meios preventivos exibidos pela corporação para um fucnionamento regular.

Para que os estudantes não sejam prejudicados, um acordo foi realizado com a Prefeitura de Janaúba para que providências sejam tomadas rapidamente. “Fizemos uma reunião com o prefeito Carlos Isaildon (Mendes) e mostramos a necessidade de fazer alterações. Ficou acordado que serão vistoriadas até sexta-feira (13) e a prefeitura vai providenciar a regularização. É preciso que as escolas funcionem com, no mínimo, extintores e sinalização”, afirma o tenente coronel.

Segundo o bombeiro, passado o período de socorro às vítimas, a corporação está contribuindo com a cidade para uma reabilitação e revitalização estrutural, moral e emocional.

As vistorias nas instituições de ensino de Janaúba foram necessárias ao se constatar que a creche Gente Inocente não tinha extintores, sistema anti-fogo nem alvará do Corpo de Bombeiros.

A creche foi alvo de um ataque na última quinta-feira (5), quando o vigia Damião Soares dos Santos ateou fogo ao próprio corpo e em crianças. Onze pessoas morreram: nove crianças, uma professora e o próprio autor do crime. Mais de 40 pessoas ficaram feridas. 

Confira quais foram as escolas vistoriadas até o momento em Janaúba:

E.M. Americo S. Oliveira
E.M. Madre Candida
E.M. Marcolino E. Barbosa
E.M. Prof. Carmelia Pires
Cemei Neusnaria Mendes
E.M. Prof. Herogina Ferraz