A Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte chega à sua 20ª edição neste domingo (16), com o tema "Famílias e Direitos: nossa existência é singular, nossa resistência é plural". Mais uma vez, o evento busca unir música e festa à luta pelos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros do Estado.

A Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte se concentrará na Praça da Estação a partir das 11h, onde ocorrerá um ato político, além de shows e apresentações que envolvem a temática. O bloco Alô, Abacaxi já confirmou presença no evento. À tarde o cortejo segue até a praça Raul Soares seguindo pela avenida Amazonas.

Em 2017, a organização do evento traz como pauta as múltiplas concepções de famílias existentes em nossa sociedade. O presidente do Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais (Cellos-MG), Azilton Viana, explica como a temática é de importante discussão. "Cada vez mais surgem famílias que fogem do padrão imposto, que desejam ter os mesmos direitos que outros casais. Nós queremos ter direito à adoção, direito a constituir nosso próprio lar com quem amamos".

Afterparada

A dispersão da Parada está marcada para 20h, mas não é preciso voltar para casa depois desse horário. Após o cortejo, acontece a Afterparada – Festa Oficial de Encerramento da 20ª Parada do Orgulho LGBT de BH, com atrações engajadas: Jaloo, Bloco Bilu Bilu e DJ Bukzem. O evento acontece n'O Mercado (av. Olegário Maciel, 742). A principal atração é Jaloo, jovem paraense que ganhou repercussão nacional ao experimentar misturas de música eletrônia com funk, maracatu e tecnobrega. Os ingressos custam de R$ 10 a R$ 30 e podem ser adquiridos no Sympla.

Veja as alterações de trânsito no domingo:
Parada do Orgulho LGBT altera trânsito em BH; veja as mudanças