Um encontro de pré-Carnaval, que teria sido organizado por jovens pelas redes sociais, terminou em tumulto, na noite desta sexta-feira (12), na pracinha do bairro Gutierrez, região Oeste de Belo Horizonte. 

Segundo a Polícia Militar, diversos moradores da região acionaram a corporação reclamando de barulho excessivo e algazarra no local. Militares então estiveram na praça para tentar dispersar o grupo, mas enfrentaram resistência, o que acabou agravando a confusão.

De acordo com moradores do bairro, houve explosões de bombas de gás lacrimogênio e muita confusão com carros pela contramão, correria de foliões, sendo necessário reforço de viaturas e até do helicóptero da PM.

Um morador relatou que uma multidão de adolescentes desceu a rua Américo Macedo, que dá acesso à praça Leonardo Gutierrez. "O que ouvi na vizinhança é que foi um movimento de pré-Carnaval combinado pelas redes sociais", disse o aposentado, que não quis ser identificado.

Uma psicóloga, de 62 anos, que reside no bairro e também pediu para não ter o nome divulgado, informou que, por volta das 19h30, o movimento já havia começado. "Eu estava em um supermercado próximo à praça e vi diversos jovens comprando várias garrafas de bebidas", disse.

A PM informou que a ação foi necessária para controlar a situação e retomar a ordem no local. Ninguém ficou ferido ou foi detido.
 



Leia mais:
Líder de bloco de carnaval que teria sido ameaçado garante documentação para desfilar