No primeiro dia de funcionamento parcial do sistema, o metrô deixou de transportar cerca de 150 mil pessoas. Apenas 50.180 passageiros foram atendidos no horário em que os trens estavam circulando, de 5h30 às 9h30, o equivalente a 25% do total de viajantes recebidos diariamente nas 19 estações.

Segundo a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), a paralisação causou um prejuízo de R$ 230 mil no primeiro dia. O órgão afirma, em nota, que aguarda o resultado da Medida Cautelar ajuizada junto ao Tribunal Regional do Trabalho de Minas Gerais (TRT/MG).

Na quarta-feira (30), as atividades também serão parciais, conforme deliberação dos metroviários em assembleia ocorrida no início da tarde desta terça (29).

Leia mais:
Metroviários querem manter greve quarta-feira e CBTU recorre à Justiça
Passageiros relatam dificuldade para pegar ônibus nesta terça em BH
Em greve, metrô de BH só funciona até às 9h30; metroviários se reúnem hoje