O condutor da carreta que provocou um acidente com dois mortos e dez feridos na BR-116, em Itambacuri, no Vale do Mucuri, foi preso e irá responder por homicídio doloso, quando há a intenção de matar. Antônio Alves Vieira Neto foi autuado em flagrante pela delegada Érika, titular da Delegacia de Polícia Civil de Itambacuri, e já foi encaminhado à cadeia da mesma cidade.
 
Durante depoimento, Antônio Alves assumiu que sabia que o caminhão carregado com sal granulado que ele conduzia estava com problemas mecânicos e teria perdido os freios.
 
O acidente ocorreu nessa terça-feira (13), quando um carro bateu na traseira de um caminhão no km 306 da BR-116 e o condutor do veículo menor morreu na hora. O caminhoneiro saiu ileso. Porém, no momento em que um guincho fazia a retirada dos carros acidentados, uma longa fila de veículos foi formada e Antônio Alves, que conduzia um caminhão placa AJK-2641, de Mateus Leme, na Grande BH, não conseguiu frear a tempo e arrastou outros dez carros.
 
Segundo os policiais, um dos ocupantes dos carros atingidos morreu na hora e outros dez ficaram feridos.
 
As vítimas foram socorridas por equipes do Serviço Médico de Atendimento de Urgência (Samu) e do Corpo de Bombeiros. Os mortos são Jaci Agostinho Pacheco, 51 anos, e Edilson Pereira Silva, de 54. Já os feridos foram identificados como Leandro Rosa de Jesus, de anos, 23 anos, Wanderson Freitas Gonçalves, de 28, Jeyson de Oliveira Gonçalves e Euclides Tomaz Ferreira, ambos de 19,Antônio Caldeira de Carvalho, de 38, Luzia Soares da Cruz, de 69, Roberto Ferreira de Souza, de 41, Ailton Alves dos Santos, de 30, e- Moisés de Souza Oliveira, de 18.