Quando o resultado de um exame de rotina revelou o diagnóstico de leucemia da filha de apenas 5 anos, os pais de Vitória Martins procuraram o Hospital da Baleia para o tratamento. Após um ano de quimioterapia e radioterapia no Centro de Tratamento Intensivo Pediátrico, a pequena agora “visita” o lugar uma vez por semana, para sessões de controle da doença.

“A equipe ajuda muito e o resultado tem sido bem positivo. Acredito muito que o nome Vitória não veio à toa”, afirma Hamilton Martins, de 38 anos. A atenção dada a Vitória alcança ao todo cerca de 30 mil crianças por ano. Graças a uma parceria com uma rede de supermercado, será 50% maior com a implantação de um novo núcleo de pediatria.

O apoio empresarial à causa pode render até dezembro deste ano R$ 2 milhões por meio de doações do troco na hora das compras ou no cartão de débito e crédito de consumidores dos Supermercados Epa. Segundo Tereza Guimarães, diretora-presidente do Hospital da Baleia, o projeto arquitetônico para a ampliação do espaço já está sendo elaborado.

“Não há previsão de início das obras porque dependemos de bater essa meta estipulada, mas nossa expectativa é a de concluir tudo em 12 meses”, afirma. O investimento será feito para que toda a clínica de pediatria funcione em um mesmo lugar, na unidade Baeta Vianna, que funciona região Leste de BH.

Referência em cirurgias pediátricas desde a inauguração, em 1941, o Hospital da Baleia quer também ser parâmetro de qualidade em cardiologia, endocrinologia, neurologia e gastroenterologia. “Um dos maiores gastos é com material humano. Por isso, vamos também duplicar a equipe de pediatras, que hoje tem 30 médicos”, diz Thiago Leite, coordenador médico da clínica de pediatria.

Na contramão

Notícia boa de um lado, notícia ruim de outro. No último dia 30, o Hospital Risoleta Neves anunciou o fechamento da ala de pediatria, alegando dificuldades financeiras. Os atendimento serão suspensos a partir de amanhã.

“Sabemos dos obstáculos e dificuldades, mas temos o atendimento infantil no nosso DNA. Quem sabe com a parceria possamos dar sequência a este atendimento tão necessário à sociedade”, diz Tereza Guimarães, diretora-presidente do Baleia.