Vale tudo para conquistar o corpo perfeito, mas e quando academia, alimentação saudável e procedimentos estéticos ainda não resolveram o problema?
 
Várias pessoas buscam, nesses casos, solução nas cirurgias plásticas. “A pessoa procura porque não está se sentindo bem. Ela quer resolver o problema de forma imediata e eficaz para recuperar o bem estar e a autoestima”, conta Sthaell Vanessa, cirurgiã.
 
Projeto verão
 
E como os outros procedimentos, o verão também acarreta uma alta nesse mercado. “Não é apenas pela exibição do corpo que acontece nesse período do ano, mas também pelas férias, onde as pessoas passam a ter mais tempo, e também pelo lado financeiro, incentivado pelo 13º salário”, explica a profissional.
 
Neste ano, o Brasil passou a liderar o mercado mundial de procedimentos cirúrgicos. O país sul-americano realizou 1,49 milhão de cirurgias plásticas. Índice quase 13% superior ao registrado no ano passado.
 
“No mercado mineiro, seguindo o mercado nacional, os três procedimentos mais realizados são: lipoaspiração, abdominoplastia e aumento de mama”, conta Sthaell.
 
E esse tipo de procedimento é capaz de mudar a vida de várias pacientes, segundo a especialista.
 
“Muitas pacientes depois que vêem o resultado se sentem completamente felizes e são enfáticas ao dizer que a cirurgia mudou a vida delas. Elas realmente alcançam o bem estar que desejavam”, diz a cirurgiã.
 
Mas calma
 
No entanto, para que esse sonho não se transforme em pesadelo é necessário auxílio de um profissional capacitado. Procurar uma boa clínica, fazer todos os exames necessários e seguir as recomendações do médico diminuem os riscos que o procedimento envolve.
 
Além disso, é necessário certeza do paciente. A cirurgia não pode ser feita de forma impulsiva, no entusiasmo. É preciso encarar os riscos que o procedimento oferece tendo em vista o quanto a cirurgia é importante para o paciente. Também é necessário respeitar o pós operatório e continuar seguindo as orientações de um profissional mesmo depois do fim do procedimento.