A Polícia Civil vai abrir inquérito para investigar o assassinato de um jovem de 20 anos no bairro Castelo, na região da Pampulha, em Belo Horizonte. O rapaz foi morto com um tiro na cabeça em frente a uma casa de show especializada em baile funk. O crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (8).

Conforme a Polícia Militar, o rapaz e outros homens estavam no estabelecimento localizado na rua Heráclito Morão de Miranda quando se envolveram em uma confusão generalizada. Todos foram expulsos e colocados pelos seguranças para fora da casa de show, por volta das 3 horas.

A briga continuou do lado de fora e, em um certo momento, um tiro foi disparado. O rapaz caiu no chão ao ser atingido no maxilar. Ele chegou a ser socorrido pela Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo testemunhas, a desavença entre a vítima e o autor do crime ocorreu por causa de mulher. A mãe do jovem esteve no local do homicídio e delatou para os policiais o nome do suposto criminoso. Conforme ela, o homem que atirou no filho é morador do Buraco do Tatu, aglomerado localizado no bairro Novo Progresso, em Contagem, na Região Metropolitana de BH.

O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Polícia Civil.