O goleiro Bruno Fernandes teve o pedido para acompanhar o nascimento da filha negado pela Justiça de Varginha, nessa terça-feira (5). 

A defesa do atleta solicitou a liberação de Bruno apenas durante o parto, mas o juiz Maurício Navarro Bandeiro de Mello não autorizou, conforme informações do Tribunal de Justiça de Minas Gerais.

Esse será o primeiro filho com  Ingrid Calheiros e o quarto do goleiro que já tem duas meninas com a ex-esposa Dayanne de Souza, além do menino com Eliza Samudio.

Bruno e Ingrid estão juntos desde 2008. O casamento foi realizado, no ano passado, na Apac de Santa Luzia, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Lúcio Adolfo, advogado do goleiro, confirmou a informação, mas não informou a data de nascimento da menina.

Leia mais:
Justiça nega recurso que pedia nova redução de pena para goleiro Bruno
'Sofrimento nunca acaba', diz mãe de Eliza Samudio