O Dia Mundial do Leão vai ser comemorado com atividades especiais pela Gerência de Educação Ambiental da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZB) nesta sexta-feira (10). Já no domingo (12), é a vez do elefante. As atividades querem sensibilizar o público sobre os desafios da preservação.

As duas espécies africanas fazem parte do plantel do Jardim Zoológico e são muito procuradas pelos visitantes. Atualmente, o Zoo conta com dois leões, Hanna e Lolek, e três elefantes-africanos, as fêmeas Beré e Axé, e o macho Jamba.

Na programação, bate-papo com os visitantes nas proximidades dos recintos e durante as atividades, as pessoas vão conhecer um pouco da história dos animais. O visitante também vai ficar por dentro de curiosidades como os cuidados diários e a alimentação.

Os desafios para a preservação das espécies e um alerta sobre as ameaças que os bichos enfrentam na natureza também vão ser discutidos durante as atividades.

Lolek em nova casa

O leão Lolek chegou ao Zoo da capital em janeiro desse ano. O felino vivia no Zoológico de Dortmund, na Alemanha. A chegada do animal a BH é resultado de rede de cooperação entre zoológicos do mundo todo, que vêm passando, nos últimos anos, por uma evolução de conceitos e estratégias. Essa mudança busca reforçar junto à população mundial a função dos zoológicos na preservação de espécies, e não apenas de lazer e exposição dos animais ao público.

Lista Vermelha

Atualmente o leão aparece na Lista Vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) como "ameaçada de extinção", na categoria vulnerável. Um estudo divulgado pela instituição em 2008 aponta que a população de leões africanos foi reduzida em 30% nas duas últimas décadas. As principais ameaças se devem a fatores como: perda de habitat, conflitos humanos, enfermidades provenientes de animais domésticos.

Serviço:

Dia do leão

Sexta -  10/08
Horário: das 9h30 às 11h e das 14h às 15h30

Dia do elefante

Domingo - 12/08
Horário: das 10h às 13h