Mais de 20 pessoas que supostamente teriam envolvimento com o tráfico de drogas em Manhuaçu, na região da Zona da Mata mineira, foram presas durante uma megaoperação realizada nesta semana.

A ação, denominada "Linha Direta", cumpriu 25 mandados de prisão temporária e 17 de busca e apreensão em Manhuaçu e Ipanema. Além disso, foram apreendidos com os suspeitos celulares, cocaína, crack e maconha.

A operação para desarticular a organização criminosa foi comandada pelo Ministério Público de Minas e contou com a participação de 80 policiais militares.

Crime contra o patrimônio

Em Visconde do Rio Branco, também na Zona da Mata, um servidor público e um empresário foram presos. Eles são investigados por contratar de forma fraudulento shows realizados na região.

O processo segue em segredo de justiça e, por isso, o MP não detalhou o caso. Contudo, o órgão confirmou que outros três servidores também foram afastados dos cargos. 

Diversos materiais foram apreendidos e serão analisados.