A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou nesta segunda-feira (19), o boletim epidemiológico dos casos de zika, chikungunya e dengue em Minas Gerais. 

O alerta continua sendo com os casos da febre chikungunya que voltaram a crescer, principalmente nas cidades de Governador Valadares, Teófilo Otoni e Pedra Azul. Em 2017, até o momento, foram noticiados 16.489 casos prováveis e, deste total, 95 são gestantes.

Para se ter ideia, durante todo o mês de junho em 2016, Minas registrou apenas 22 casos. Em 2017, até a metade do mês, já são 119 confirmados. 21 pessoas já morreram no estado, vítimas da doença, neste ano.

Zika Vírus
Em 2017 já foram registrados 846 casos prováveis de Zika, sendo 129 em gestantes. O número de casos prováveis neste ano está muito inferior ao de casos prováveis notificados em 2016 - 13.962 até o mês de junho.

Dengue
26.107 casos prováveis de dengue já foram registrados até o momento.Em 2017 foram confirmados 05 mortes nas cidades de Ibirité, Uberlândia, Araguari, Ribeirão das Neves e Bocaiúva.