Insatisfeitos com a proposta de reajuste 0% nos salários, os metroviários de Belo Horizonte decidem nesta terça-feira (28) se paralisam o serviço por tempo indeterminado. A categoria irá se reunir às 17h30 na Estação Central para assembleia.

Conforme a diretora do Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais (Sindimetro-MG), Alda Lúcia Fernandes dos Santos, os trabalhadores querem reajuste de 12,29% nos vencimentos, mas a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) não pretende dar aumento aos metroviários.

"A intenção do sindicato é parar o serviço, mas iremos discutir a melhor solução", confessou a diretora. Ela garantiu que durante a assembleia o metrô irá funcionar normalmente. Procurada pela reportagem, a CBTU ainda não se manifestou.

Por dia, o metrô transporta, em média, 198 mil passageiros.

Leia mais:
Pouco trilho, menos passageiros: sem expansão, metrô tem demanda reduzida em BH