O Ministério da Integração Nacional reconheceu nesta terça-feira (20) a situação de emergência da cidade de Resplendor, na região do Vale do Rio Doce. Em novembro, uma forte chuva atingiu o município provocando estragos e causando a morte de quatro pessoas e uma permanece desaparecida.

Com o decreto do Governo Federal, publicado no Diário Oficial da União (DOU), a prefeitura poderá garantir o acesso às ações de apoio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec-MI) para socorro, assistência, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação das áreas danificadas.

Além disso, a cidade também assegurará apoio financeiro e outras medidas emergenciais, como a renegociação de dívidas, a aquisição de cestas básicas, a retomada da atividade econômica com apoio do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), entre outros benefícios.

Destruição

A forte chuva que caiu em 18 de novembro provocou o transbordamento do córrego Santa Rita. Com o aumento de volume, a água inundou e castigou o distrito de Nicolândia, causando danos em várias casas, pontes e deslizamentos de encostas. 

As vítimas foram surpreendidas pela força da enxurrada quando tentavam sair de
suas residências que estavam sendo inundadas.

Leia mais:
Chuva volta a castigar a cidade de Resplendor
Defesa Civil reconhece emergência de Resplendor; buscas pela 5ª vítima prosseguem
Número de mortos durante temporal em Resplendor sobe para quatro
Chuva deixa três mortos e dois desaparecidos em Resplendor