Um dos maiores fenômenos da renovação do Carnaval de rua no Brasil nos últimos anos, o Monobloco arrasta uma multidão nesta terça-feira de Carnaval (13), na região do Mineirão, em Belo Horizonte, com um desfile que começou por volta das 17h.

Este é o segundo ano em que o bloco - criado no Rio de Janeiro, em 2000, por integrantes da banda Pedro Luís e a Parede - desfila na capital mineira. 

O choro do cavaco, a guitarra e a bateria pulsante de 160 percursionistas do bloco fazem um percurso eclético pelo cancioneiro nacional, guiando para o ritmo do samba músicas consagradas no funk, forró e até mesmo no rock. 

Há espaço para Jorge Ben, Alceu Valença, Luiz Gonzaga, MC Leonardo e, é claro, músicas de Pedro Luís. No começo do cortejo, versões de Garota Nacional, do Skank, e o samba-enredo Explode Coração, do Salgueiro, fizeram o público vibrar.

Para este ano, uma novidade do grupo é a música Amor de Carnaval, composta especialmente para o Monobloco por, nada mais, nada menos, que Moraes Moreira.

"Já havia participado do cortejo no Rio, onde foi um dos melhores que vi e convenci meus amigos a virem pra cá", conta Cristiano Britto, fantasiado de "anjo jogador de futebol".

"Vim no ano passado, solteiro, achei muito contagiante. Voltei acompanhado desta vez", conta o administrador de empresas João Victor Gomes, ao lado da namorada Camila Araújo. "Viemos vestidos de índios, mas é com muito respeito. Uma homenagem", diz a jovem.

Antes de tocar em BH, neste Carnaval o Monobloco já desfilou por São Paulo, no último dia 9. No Rio de Janeiro, a bloco toca no próximo domingo, 18, encerrando a festa na cidade.