Para celebrar o Dia Mundial da Alimentação, nesta segunda-feira (16) cerca de mil mudas de hortaliças serão distribuídas aos usuários do metrô na Estação Lagoinha, em Belo Horizonte. Promovida pelo Conselho Regional de Nutricionistas de Minas Gerais até às 16h, a ação busca estimular a adoção de hábitos mais saudáveis no dia a dia da população, substituindo o uso de condimentos e alimentos processados por produtos orgânicos e cada vez mais naturais.

Este ano, o Dia Mundial da Alimentação tem como tema: “Mudar o futuro da migração: investir em segurança alimentar e desenvolvimento rural”. Segundo dados da Organização das Nações Unidas, em 2015, 65 milhões de pessoas tiveram que deixar seus lares, em todo o mundo, devido a conflitos internos, vulnerabilidade ou em razão de fenômenos ambientais provocados por mudanças climáticas. Destes 21,3 milhões são refugiados, 40,8 milhões são pessoas deslocadas internamente e 3,2 milhões são solicitantes de asilo.

A proposta da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) é mostrar que se gerida de maneira humana e ordenada, a migração pode contribuir para o crescimento econômico, tanto nos países-destino como nos de origem. A troca de cultural existente nesse contexto pode trazer benefícios para muito além da pura e simples migração.