Mais dois ônibus foram incendiados em Minas Gerais na noite de quarta-feira (6), dessa vez em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e Sacramento, no Alto Paranaíba. Desde domingo (3), mais de 60 ataques a coletivos e instituições financeiras foram registrados no Estado. A onda de vandalismo estaria sendo comandada por uma facção criminosa.

De acordo com a Polícia Militar, 32 cidades registraram ataques. Foram presas 51 pessoas e 22 menores foram apreendidos até o momento. Foram apreendidos materiais para queima e duas armas de fogo. 

Em Sacramento, bandidos armados invadiram um ônibus no bairro Cohab, mandaram todo mundo descer e atearam fogo no veículo. Foi necessário acionar um caminhão-pipa da prefeitura para combater o incêndio. Após o atentado, os ônibus que atendem estudantes tiveram de receber escolta policial.

As polícias Militar e Civil, além da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), estão investigando a série de atos de vandalismo realizados no Estado. "As forças de segurança de Minas estão trabalhando diuturnamente no esclarecimento e resolução dos ataques a ônibus que ocorrem desde o último domingo no Estado. Equipes da Polícia Civil trabalham no esclarecimento dos fatos, policiais militares estão à paisana em ônibus e pontos de ônibus para conter ações e identificar suspeitos, o policiamento foi reforçado em cidades que já passaram por eventos de segurança ou que tiveram demandas oriundas de informação da inteligência do sistema de segurança, entre várias outras ações que, para seu sucesso, precisam ser mantidas sob sigilo", diz uma nota redigida pela Secretaria de Estado de Segurança Pública.

Após se reunir com parlamentares mineiros, o ministro extraordinário da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse nesta quarta-feira (6) que vai autorizar a liberação de R$ 50 milhões para o combate à violência em Minas Gerais.

Leia mais:
Jungmann promete recursos para enfrentamento a ataques a ônibus em Minas
Minas já soma 60 ônibus incendiados em ataques desde domingo
Após 22 atentados desde domingo, Uberaba decreta situação de alerta