A Prefeitura de Belo Horizonte já começou a enviar aos pais de jovens estudantes de escolas municipais cartas para que eles possam autorizar a vacinação dos filhos contra o HPV. Segundo a PBH, é importante que o documento seja assinado e devolvido às escolas para que a equipe possa imunizar os adolescentes e, assim, facilitar o acesso à vacina.   

A vacinação nas escolas municipais terá início na próxima segunda-feira (3) e será direcionada para meninas de 9 a 14 anos e para meninos de 12 e 13 anos, que não receberam a vacina contra o HPV ou que estão com o esquema vacinal em atraso.
 
Segundo o Ministério da saúde, a vacina protege contra quatro subtipos do vírus HPV (6, 11, 16 e 18) e tem 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema vacinal, que consiste em duas doses, com intervalo de seis meses entre elas. A vacina atua na prevenção do câncer de colo do útero, de órgãos genitais femininos e masculinos e de boca.

A definição da faixa etária para a vacinação tem como objetivo proteger meninos e meninas antes do início da vida sexual e, portanto, antes do contato com o vírus. 

Ainda de acordo com a PBH, a vacinação contra HPV nas 173 escolas municipais será realizada até o dia 14 de julho e envolve cerca de 120 profissionais da Rede SUS-BH. 

Leia mais:
Mais de 704 mil meninos devem ser vacinados contra HPV em Minas
Governo estende vacina de HPV e aposta em parceria com Ministério da Educação
Indicação da vacina de HPV será ampliada para meninos até 15 anos