Uma boa notícia para o período de férias na capital mineira. Os parques municipais das Mangabeiras (incluindo o Mirante do Mangabeiras), da Serra do Curral, na região Centro-Sul, e o Burle Marx, no Barreiro, vão ser reabertos na próxima quarta-feira (18). Os espaços fivaram fechados por medida de prevenção contra a febre amarela.

Mas atenção, para visitar os locais é preciso a apresentação do cartão de vacinação contra a febre amarela. "Tanto a Fundação quanto a Secretaria Municipal de Saúde, enquanto órgãos do Poder Público, têm o dever de trabalhar preventivamente diante dessa situação até que possamos dizer que os riscos de transmissão sejam mínimos", explicou o presidente da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica, Sérgio Augusto Domingues. 

Locais de acesso

Neste primeiro momento, o acesso do público ao Parque das Mangabeiras será feito apenas pela portaria Sul (avenida José do Patrocínio Pontes, 580) e pela portaria da Cidadania (rua Mangabeira da Serra). Já o Mirante do Mangabeiras (rua Pedro José Prado, 1.000) e o Parque da Serra do Curral (avenida José do Patrocínio Pontes, 1951), possuem portaria única. 

No Parque Roberto Burle Marx, o acesso será pelas portarias da parte esportiva (rua José do Monte, sem número) e portaria principal (avenida Ximango, 809). A portaria de serviços (avenida Ximango, 790, não estará aberta ao público). Para visitar esse parque, a Secretaria Municipal de Saúde reforça a recomendação de imunização contra a febre amarela. 

A visita aos locais é de graça, mas, no caso do Parque das Mangabeiras, o uso das quadras e o aluguel de bolas e petecas são pagos e a utilização desses locais acontece por ordem de chegada. 

O estacionamento no Parque das Mangabeiras agora é pelo sistema rotativo da BHTrans. Já o Parque da Serra do Curral e o Mirante do Mangabeiras não possuem estacionamento próprio.

Áreas de visitação

No Parque das Mangabeiras, a área a ser reaberta ao público contempla as Praças das Águas e de Esportes, Ilhas do Passatempo e Ciranda de Brinquedos, além do estacionamento. "Precisamos fazer com que essa reaproximação da fauna com o público não seja impactante, assim como fizemos em 2017, e, para isso, reabriremos as áreas de forma planejada, paulatinamente e de forma organizada, visando à segurança dos visitantes e à conservação de toda a biodiversidade", explica o presidente da Fundação.

No caso do Parque da Serra do Curral, a trilha "Travessia da Serra do Curral" está passando por readequações, mas os visitantes podem percorrer a pé e sem guias o trajeto dos mirantes 1 a 3 do Parque, num percurso de aproximadamente 1,8 km em trecho de média dificuldade. 

Já no Parque Roberto Burle Marx,  todas as áreas internas abertas à população. 

Melhorias

Durante o período em que ficaram fechados, os parques passaram por intervenções e melhorias como a manutenção da vegetação, reformas de espaços e de equipamentos. Além de revitalizações paisagísticas. O visitante tem a opção de agendar o passeio pelo site, mas é necessário pelo menos dois dias úteis antes da data desejada.