Antes do início do desfile, um discurso emocionado da representante do 'Juventude Bronzeada', Marcela Pieri. A jovem pediu aos foliões que não usem fantasias que transformem outras culturas em chacota. "Você usa peruca black power no contexto de piada, mas esse é o meu cabelo todos os dias", disse a vocalista emocionada. 

Em entrevista à equipe do jornal Hoje em Dia, Marcela disse que se sente profundamente ofendida com essa situação corriqueira na folia. "Precisamos acabar com isso! Parem com essas fantasias ofensivas", disse à multidão. 

O bloco se posicionou contra o racismo e contra todas as formas de violência e assédio. "Toda vez que esse trio notar que algo não está certo aí, que alguma mina foi alvo de assédio, que alguém está sendo constrangido pela sua opção sexual ou qualquer outro caso, nós vamos parar! O desfile não acontece se tudo não estiver certo com vocês aí embaixo", enfatizou Pieri. 

Não é não 

A campanha contra o assédio sexual, lançada para o Carnaval deste ano, também é bandeira do bloco que afixou no trio um cartaz com informações sobre o assunto.

Leia mais:
Juventude Bronzeada se prepara para desfile no último dia de Carnaval em BH