Pesquisa feita na Universidade Federal de Lavras (Ufla), no Sul de Minas, mostra que o hábito de ler e usar o celular durante as refeições pode aumentar em até 20% o consumo de calorias. O estudo, feito durante um ano e meio, contou com a participação de 64 voluntários, com de 18 a 40 anos.

O percentual excedido equivale a aproximadamente 100 calorias, ou dois filés de frango grelhados. Repetida várias vezes, a prática pode, inclusive, levar ao ganho de peso. “Mas é claro que também depende do estilo de vida e da quantidade de exercícios físicos que cada pessoa faz”, explica o professor Luciano José Pereira, do Departamento de Ciências da Saúde da Ufla, que coordenou a pesquisa. 

Para se chegar ao resultado foram avaliados o Índice de Massa Corporal (IMC), o padrão de mastigação e as preferências alimentares dos participantes. No laboratório, os voluntários receberam uma variedade de opções, como frutas, pães, biscoitos, chocolate e água. Primeiro, eles se alimentaram sem nenhuma distração. Depois, lendo um texto ou usando o celular.

Os resultados comprovam que pessoas comem mais quando estão distraídas porque não percebem as mensagens que o corpo envia para mostrar que o organismo está saciado, e continuam se alimentando apenas pela vontade de comer. 

20% a mais de consumo de calorias foi observado nas pessoas que usam o telefone ou leem durante as refeições

Sobrepeso

O estudo mostrou que durante a refeição as distrações foram maiores para quem tem sobrepeso. Com o uso de celular, a diferença entre aqueles com o IMC normal e maior que o desejado foi de 53 calorias, número ainda pior quando estão focados na leitura (83). Outro padrão observado foi o maior consumo de alimentos gordurosos pelas mulheres e de carboidratos pelos homens.

Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, regional Minas, Adauto Versiani afirma que a atenção plena faz parte da terapia para emagrecimento e controle de peso. “É importante pensar nisso para todas as refeições, inclusive os pequenos lanches, que devem ser feitos sentados à mesa. Nossa indicação é não ver televisão nem usar smartphones ou ler, assim como deixar de ingerir líquido. Nesse último caso porque atrapalha a percepção pela papila gustativa”, explica.