Descoberta há três anos no Parque da Serra do Curral, na região Centro-Sul de BH, uma espécie de cacto ameaçada de extinção tem ganhando a atenção de pesquisadores do Jardim Botânico da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica.

Chamada de Arthrocereus glaziovii (Cactaceae), a planta cresce sobre rochas ricas em minério de ferro. Ela consta na Lista da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN, em inglês) na categoria “Em Perigo”.

Conforme a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), a Fundação de Parques busca elaborar ações de manejo que garantam a conservação da espécie. Estão sendo analisados vários aspectos, como o habitat e a época de floração. Testes sobre as melhores formas de cultivo também são desenvolvidos.