Elas são saborosas e ricas em nutrientes, mas pouco conhecidas. Porém, as Plantas Alimentícias Não Convencionais (Pancs) ganham os holofotes no Festival Igarapé Bem Temperado e são ingredientes usados pelas mestras da culinária, mulheres responsáveis pela preparação dos pratos que serão apresentados na 13ª edição do evento, que começa na próxima quinta-feira e vai até domingo em Igarapé, na Grande BH.

“As plantas estarão presentes tanto em receitas tradicionais, cozidas como em forma de guisados com carnes de porco ou galinha caipira, como em pratos mais contemporâneos criados em conjunto pela curadoria do festival, mestras e chefs convidados”, ressalta Letícia Cabral, gestora cultural e organizadora do evento.

Receitas 

Pela segunda vez participando da festa, a cozinheira Albertina Souza Aguiar escolheu preparar o umbigo de banana, uma Panc considerada o coração da fruta. A iguaria será acompanhada com farofa e pernil assado. Já a gondó, erva de sabor marcante encontrada na beira de rios, será usada por Maria de Fátima, conhecida como Pretinha, no frango caipira de urucum cozido, com toque da pimenta de passarinho e angu. 

Os pratos poderão ser degustados pelos participantes. Os ingredientes diferentes, como cansanção, mastruz e mavarisco, também serão vendidos em uma feira durante o festival.

Seminário

Os visitantes que quiserem conhecer mais sobre essas hortaliças, na sexta-feira será realizado um seminário sobre o tema. Participam dos debates autoridades no assunto, como Reinaldo Duque-Brasil, professor da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), a nutricionista Neide Rigo e representantes da Slow Food e Emater, além de chefs convidados.

Neste ano, o Igarapé Bem Temperado acontece no Quintal Espaço Batista. Na programação, além das comidas típicas, shows e atividades para as crianças.

A entrada é gratuita e os ingressos precisam ser retirados no sympla.com.br. A inscrição para o seminário também deverá ser feita no site.