A Polícia Militar irá usar drones para reforçar a segurança em Minas Gerais. O anúncio foi feito pelo secretário de Estado de Defesa Social (Seds), Bernardo Santana, nesta sexta-feira (23). Os primeiros testes já foram feitos pela corporação, mas não foi informado quando, como e onde os equipamentos serão colocados em operação.
 
Outra novidade é o reforço do policiamento. Segundo o secretário, cerca de 450 policiais militares irão reforçar, “em breve”, a segurança na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Os candidatos excedentes do último concurso também serão chamados.
 
Santana adiantou que em seis meses será publicado um edital para um novo concurso para a PM e haverá investimento em tecnologia para a corporação. A previsão é lançar 2 mil vagas para soldados, que atuarão em todo o Estado. O secretário lembrou que Minas contam com 40 mil militares, mas o déficit atual é de 12 mil homens.
 
O chefe da Seds disse que haverá um remanejamento interno na corporação e militares serão deslocados das funções administrativas para o policiamento nas ruas. “Em pouco tempo será notado grande aumento do efetivo nas ruas. Vamos tentar recuperar o déficit que já existe há algum tempo, especialmente na região metropolitana de Belo Horizonte, onde ocorrem mais crimes violentos”, afirmou Bernardo Santana.
 
Os anúncios foram feitos em uma entrevista na Câmara Municipal de Belo Horizonte nesta sexta-feira (23), durante homenagem título de cidadania honorária para o candidato a presidência da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
 
(* Com informações de Giulia Mendes)