Um policial civil de 40 anos matou uma mulher e as duas filhas dela, uma de 15 anos e outra de 18, e em seguida se matou, na madrugada desta terça-feira (15), no bairro Monte Carlo, em Santa Luzia, Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

De acordo com a Polícia Militar, a outra filha da mulher, de 20 anos, e o padrasto conseguiram escapar do crime. O policial civil chegou a ser encaminhado para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, mas não resistiu aos ferimentos.

Entenda o caso

O policial estava preso desde julho do ano passado na Casa de Custódia da Polícia Civil, na capital, acusado de ter abusado sexualmente das duas jovens que foram assassinadas. 

Ele foi condenado a uma sentença de 31 anos, nessa segunda-feira (14). Inconformado, o autor foi até a casa do ex-sogro, um policial aposentado, pegou uma arma de fogo e foi em direção à casa das vítimas, liberando o padrasto e a outra filha do casal.

Leia também:
Homem é preso em Juiz de Fora suspeito de abusar sexualmente da filha de 14 anos