Ostentação no mundo do crime. Assim era conhecido o homem de 30 anos que foi preso na madrugada desta quinta-feira (23) suspeito de envolvimento com tráfico de drogas em Montes Claros, no Norte de Minas. Segundo a Polícia Civil, ele era o líder do comércio ilegal de entorpecentes nos bairros Vila Anália e região.

As investigações começaram há aproximadamente 40 dias, após uma apreensão de drogas. O suspeito utilizava as redes sociais para ostentar os lucros e espalhar o medo na região. “O suspeito postou, em uma rede social, uma foto dele onde a tatuagem aparece, ostentando maconha e muito dinheiro. Juntamente à outras evidências, chegamos até ele”, explicou a delegada responsável pelo caso, Talita Caldeira.

A Polícia Civil informou que o suspeito tem passagem por porte ilegal de arma de fogo e por incendiar um ônibus, em fevereiro deste ano, no bairro Acácias. Na época, três homens, com idades entre 22 e 30 anos, foram presos em uma motocicleta que apareceu nas imagens de um dos ônibus queimados. Em menos de duas horas, dois ônibus foram incendiados em Montes Claros.