Um homem de 60 anos foi preso em Juiz de Fora, na Zona da Mata, nesta quinta-feira (7) suspeito de perseguir e ameaçar uma locutora de rádio da cidade. 

Segundo a Polícia Civil, as ameaças aconteciam há cerca de dois anos. “No início, ele apareceu na rádio dizendo que queria conhecer o local e que seria ouvinte do programa. Em seguida, começou a ir até os locais onde a vítima frequentava. Ele fantasiou um relacionamento e continuou a persegui-la”, informou a delegada Maria Moreira Dias Barbosa, responsável pelas investigações.

Ainda segundo a PC, em maio deste ano ele chegou a dar um soco na vítima, em pleno centro da cidade. O suspeito teria também agredido o filho da vítima e ameaçado a mãe dela. "Ela vivia em cárcere privado, sem sair de casa, por conta da obsessão de uma pessoa com quem ela nunca teve um relacionamento”, enfatiza a delegada. 

O suspeito tem histórico de perseguição, de acordo com a polícia. Ele já foi investigado por perseguir outra mulher na cidade e há também uma medida protetiva contra ele na cidade de São Paulo. No Rio de Janeiro ele foi investigado por maus-tratos contra a própria mãe. 

Ele foi encaminhado ao presídio e será indiciado por ameaça e lesão corporal.