Desde 1º de junho, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) desenvolve um programa de visita de pessoas da terceira idade ao Cine Theatro Brasil Vallourec com o objetivo de resgatar a memória afetiva dos antigos frequentadores do local que sediou, por várias décadas, salas de exibição de filme, peças de teatro e um restaurante popular. A atividade, em parceria com o Cine Brasil, integra o projeto Vida Ativa, da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

No último dia 12, um grupo do bairro Saudade foi participar da experiência. Arlete Borges integrava a delegação, e disse enter entrado numa cápsula do tempo quando chegou ao teatro. “Esse passeio é uma viagem ao tempo da minha juventude. Na minha época, o cinema era umas das poucas opções de lazer para as moças”, lembra. 

À mente dela veio a imagem de Peter Ustinov na pele do intrépido detetive Hercule Poirot, o herói de Agatha Christie. Recordações do tempo em que assistiu na telona à uma das famosas adaptações cinematográficas da obra da escritora inglesa.

“Deste local guardo lembranças românticas dos namoros e dos filmes, alguns inesquecíveis, como “Morte sobre o Nilo”, comenta Arlete, referindo-se ao longa-metragem em questão. Ela aprovou a iniciativa: “Possibilitou-me resgatar momentos que foram ótimos em minha vida, além de ter aumentado meus conhecimentos sobre a construção desse prédio.”

A visita foi encerrada com uma projeção de trailers e fragmentos de filmes que já foram exibidos no cinema. O resgate da memória afetiva e histórica dos visitantes será fomentado por meio de exibição de fotos, projeções, músicas e conversas. Até novembro, cerca de três mil participantes dos 46 núcleos de idosos atendidos pelo programa Vida Ativa terão sido contemplados com o lúdico passeio.