A lista de bens tombados no entorno da Lagoa da Pampulha está prestes a aumentar. O Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural de Belo Horizonte estuda a proteção para 15 casas em estilo modernista erguidas nas imediações.

Uma delas, no bairro São Luiz, foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer para a família de Dalva Simão, em um terreno de aproximadamente 6 mil metros quadrados, na Alameda das Palmeiras.

Construída em 1954, a estrutura chama a atenção. Tem uma marquise sinuosa em concreto armado e parte das paredes é envidraçada, enquanto outra foi revestida com azulejos em tons de azul. Na área externa, a piscina ondulada é mais um destaque.

A mansão está à venda, mas o valor – que pode chegar a cifras milionárias – não é revelado pelos donos da casa. Já os demais imóveis que podem receber a blindagem não serão divulgados por enquanto. O motivo: os proprietários ainda não foram comunicados. No entanto, eles poderão se manifestar contra a proteção e terão prazo para contestá-la.

Levantamento

Executado pelo Conselho Deliberativo do Patrimônio Cultural, um inventário das unidades a serem protegidas está em andamento. No entanto, não há prazo para a conclusão dos trabalhos.

Se a proposta for aprovada, um dossiê de tombamento será elaborado. O documento irá abranger a data da edificação, microfilme da planta, fotografias e levantamentos com características arquitetônicas e históricas.

“A mudança cria diretrizes específicas com normas a serem seguidas em caso de intervenções, sempre no sentido de preservar a originalidade do imóvel”, explica a chefe do Departamento de Gestão e Monitoramento da Diretoria de Patrimônio Cultural, Mariana Guimarães Brandão.

Atualmente

Na Pampulha, hoje, 12 imóveis são protegidos pelo patrimônio municipal. Desses, quatro são residências privadas, e os demais, equipamentos culturais.

Leia mais:
Pampulha, pra que te quero? Visita aos monumentos aumenta expressivamente após tombamento mundial
Banheiros serão reabertos, e ônibus ligará monumentos
Roteiro pela Pampulha tem zoo, aquário de água doce, Jardim Japonês e boliche
Bares e restaurantes têm alta de 25% no primeiro fim de semana após o título
Ensaio fotográfico: os olhares sobre ela
Campeã no ranking de venda de imóveis: Facilidades atraem novos moradores
Em meio à crise no setor, reservas em empreendimentos na Pampulha sobem 30%
Reduto de novas oportunidades: crescimento da região amplia potencial de ganho para empreendedores
Em ritmo de festa, capital celebra a chancela: programação especial e gratuita marca conquista