Pacientes e funcionários do Hospital Júlia Kubitschek denunciam a falta águano complexo. O problema teria começado durante o fim de semana. Nesta segunda-feira (13), um caminhão-pipa da Copasa realizou o abastecimento parcial na unidade. O rompimento e um cano na rede de distribuição de água do prédio teria sido a causa do comprometimento do serviço. 

Por causa da falta de água, pacientes estão com higienização comprometida. Acompanhantes e funcionários também estão sem água até mesmo para beber. “Alguns acompanhantes estão trazendo água mineral de casa para dar banho em seus parentes. Enfermeiras estão utilizando até soro fisiológico para evitar o risco de contaminação”, relata a acompanhante de um paciente que pediu para não ter o nome divulgado.

Posicionamento

A Rede Fhemig informou que o rompimento em um cano no último sábado (11) interrompeu o fornecimento de água pela Copasa no Hospital Júlia Kubitschek. Ainda de acordo com a Fhemig, “não houve prejuízos para a assistência, pois a caixa d’água garantiu o suprimento. No mesmo dia foi feito reparo, no entanto, o cano voltou a apresentar problemas. Por isso, foi necessário contratação de fornecimento de água por caminhão-pipa no domingo (12)”. O mesmo procedimento foi adotado na manhã desta segunda-feira. A Copasa já foi alertada para realizar o reparo, com urgência, ainda nesta segunda. Em nenhum momento o problema afetou a assistência hospitalar.