A Secretaria Municipal de Saúde de Catas Altas, região Central de Minas, emitiu nota nesta segunda-feira (5), informando que visitantes do Santuário do Caraça deverão trazer o documento de vacinação comprovando a imunização para a febre amarela.

A administração do complexo informa que a entrada no santuário será permitida apenas com a comprovação da vacinação há pelo menos dez dias, prazo para que a imunização comece a fazer efeito.

O Santuário do Caraça informou que nenhum macaco com suspeita de contaminação para a doença foi encontrado no local e que a medida foi tomada como forma de prevenção para moradores, funcionários e visitantes.

Dados

O número de mortes por febre amarela confirmadas, por exame laboratorial, em Minas Gerais, desde dezembro de 2017, já chega a pelo menos 48. Desde o boletim epidemiológico publicado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) na última terça (30) – quando havia 36 óbitos confirmados e outros 13 sob investigação –, várias prefeituras mineiras divulgaram outros casos atestados por exames.

Leia mais:
Pelo menos 48 pessoas morreram vítimas de febre amarela em Minas desde dezembro
Prefeitura do Sul de Minas decreta emergência por surto de febre amarela e adia concurso público
Confirmada a morte por febre amarela de morador de Ouro Branco