Representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) realizam, nesta terça-feira (13), um sobrevoo na região onde ocorreu o rompimento da tubulação do mineroduto da Anglo American, em Santo Antônio do Grama, na Zona da Mata.

O objetivo, de acordo com a Semad, é avaliar os danos causados pelo rompimento, além de coletar dados referente ao acidente, as consequências para a região e calcular a extensão do dano. A pasta informou que divulgará o resultado da vistoria ainda nesta terça-feira.

Rompimento

A tubulação de um mineroduto da empresa Anglo American Minério de Ferro S.A se rompeu na manhã desta segunda-feira (12). Segundo a empresa, houve "uma despressurização na linha tronco, projetando polpa de minério para o acesso municipal e para o leito do ribeirão Santo Antônio".

Por segurança, a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) suspendeu a captação de água no córrego. Técnicos da empresa estão no local para fazer a análise da água e monitorar a situação.

Leia mais:
Órgãos ambientais avaliam danos após rompimento de mineroduto na Zona da Mata
Tubulação de mineroduto se rompe e atinge rio na Zona da Mata