Dois homens morreram em uma troca de tiros com a Polícia Militar (PM) no bairro Alvorada, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, na noite da última sexta-feira (8). Segundo a corporação, as vítimas, de 23 e 25 anos, traficavam drogas e estavam envolvidas em disputa de gangues na divisa entre o município e a capital mineira, próximo ao bairro Goiânia. 

A polícia recebeu denúncia anônima, por volta das 23h30, de que um grupo de quatro homens estaria armado na rua Miguel Pereira de Lacerda. No dia anterior, as mesmas pessoas teriam trocado disparos no local. 

Ao chegarem na rua, dois homens em uma moto vermelha atiraram contra os policiais e fugiram. Os outros dois, armados, correram para dentro de uma das casas da rua. 

Os militares seguiram os suspeitos e encontraram um deles, de 23 anos, na varanda de um imóvel vizinho. Ele teria atirado contra os policiais, que revidaram os disparos e o atingiram.

O outro homem fugiu pelo telhado da residência. Um dos agentes disparou contra ele, quando se recusou a soltar o revólver. Com isso, o teto da casa cedeu e tanto o suspeito quanto o policial que estava envolvido na busca caíram no imóvel. 

Dentro da casa, o suspeito se escondeu atrás de uma parede e trocou tiros com os militares. Ele foi atingido por um disparo e soltou a arma. 

A dupla foi encaminhada, ainda com vida, para receber atendimento médico. O jovem de 23 anos foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Primeiro de Maio e o de 25 para a UPA Leste. Os dois não resistiram aos ferimentos e morreram.

Durante o atendimento médico, a equipe de saúde encontrou munição, um Jet Loader (equipamento utilizado para recarregar rapidamente uma arma) e pinos de cocaína com o suspeito mais velho. 

Segundo a PM, os dois possuíam extensa ficha criminal, com ocorrências de homicídio, tráfico de drogas, troca de tiros e roubo de cargas. 

Como a ação dos militares resultou na morte dos dois suspeitos, a ocorrência, que está sendo encerrada pela Delegacia de Plantão de Sabará, também será encaminhada à Corregedoria da corporação para análise do caso. 

O oficial que caiu do telhado teve ferimentos leves e foi encaminhado para o Hospital Militar.