Seis pessoas foram presas pela Polícia Militar suspeitas de colocar fogo em um ônibus, em São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, nesta sexta-feira (13). O veículo ficou totalmente destruído, mas ninguém se feriu.

Segundo a PM, os criminosos deixaram um bilhete com o motorista,  informando que o ataque seria uma represália à atuação da PM, que prendeu cinco suspeitos de roubar um carro na cidade na última quinta-feira (12).

De acordo com o tenente da 7ª Cia da Polícia Militar, Gustavo Quintão, um dos responsáveis pelas prisões, uma testemunha informou aos policiais que os suspeitos estavam numa fazenda conhecida como Pompéu, também em São Joaquim de Bicas. Eles estavam escondidos em um matagal.

Com os suspeitos foram apreendidas uma quantidade de maconha, de crack e munição para arma 9 milímetros. "Um dos suspeitos usava uma blusa camuflada, que já foi localizada e uma mulher que foi presa com o bando foi reconhecida por uma testemunha", concluiu o tenente. Agora a polícia quer saber onde eles compraram a gasolina.

O bando, formado por cinco homens e uma mulher, foi levado para a delegacia de Betim, na RMBH.

Assista ao vídeo:

Leia mais:
Três ônibus são incendiados na Grande BH
Dupla é presa suspeita de incendiar ônibus no bairro Havaí; assista ao vídeo