Três suspeitos de participar da ação criminosa que terminou com a morte de um policial militar e um vigilante foram presos na tarde desta segunda-feira (10) próximo de Santa Margarida, região da Zona da Mata Mineira. No total, ao menos oito homens fortemente armados teriam participado do crime. 

Segundo a Polícia Militar, cinco continuam foragidos e estão sendo procurados. O caso aconteceu nesta manhã durante um assalto a uma cooperativa de crédito e uma agência bancária. Além dos dois mortos, três vigias ficaram feridos. Duas pessoas levadas como reféns foram liberadas sem ferimentos.

Para prender os criminosos, a corporação reforçou o policiamento no município e nas cidades vizinhas, que foram cercadas pelos agentes de segurança. Além de dezenas de militares que participam da ação, dois helicópteros também auxiliam nas buscas.

Conforme a PM, três armas calibre 12, uma submetralhadora, dois coletes a prova de balas, além de toucas ninjas e farta munição foram apreendidos em um matagal em Santa Margarida. Todo o material ilícito teria sido usado pelos bandidos. Durante a manhã, os dois carros usados no crime também haviam sido capturados. 

Para prosseguir com a fuga, os suspeitos teriam roubado um terceiro veículo.

Flagra

Toda a ação foi registrada por populares. Vídeos que circulam nas redes sociais mostram o exato momento em que o militar é alvejado da cabeça. Outra imagem também registra os criminosos levando os reféns. Veja trechos dos vídeos abaixo, mas atenção: as imagens são fortes.
 


Leia mais:
PM e segurança são mortos em troca de tiros durante assalto a bancos; veja vídeo da ação

O crime

O crime aconteceu nesta manhã quando aproximadamente oito homens fortemente armados invadiram uma agência do Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil (Sicoob) e do Banco do Brasil. Testemunhas contaram que eles chegaram ao local atirando.

A polícia foi acionada e, durante uma troca de tiros, um policial militar foi baleado na cabeça. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Outros três vigias das agência também ficaram feridos e um deles faleceu no local da ocorrência.

Na fuga, os criminosos levaram dois reféns. A dupla foi abandonada pouco tempo depois, sem lesões graves, na cidade vizinha de Matipó. O crime chocou a pequena cidade de Santa Margarida, que tem que pouco mais de 15 mil habitantes.

Por causa do ato violento, muito moradores se 'refugiaram' para dentro de casa e comerciantes baixaram as portas dos estabelecimentos.

Armas apreendidas
Três armas calibre 12, uma submetralhadora, dois coletes a prova de balas, além de toucas ninjas e farta munição foram apreendidos em um matagal em Santa Margarida