Pesquisa do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, ferramenta criada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e pela Organização Internacional do Trabalho (OIT) aponta que acidentes de trabalho matam um brasileiro a cada 4,5 horas.
 
Por ano, são  700 mil ocorrências do gênero. Segundo o estudo, os trabalhadores do setor de transporte rodoviário lideram a lista, sendo que a maioria das vítimas são homens entre 30 e 34 anos. 

O Brasil também perde, em média 4% do seu Produto Interno Bruto (PIB) com gastos decorrentes da falta de segurança do trabalho. Só em 2017,o prejuízo chegou a R$ 264 bilhões, para a economia. 

Essa modalidade de acidentes acontece no local de trabalho e também durante o deslocamento dos funcionários. A estatística considera, ainda, os casos de doenças laborais, que são desenvolvidas em razão da atividade desenvolvida.