Aproximadamente 80 estudantes da Umei Vila Santa Maria, localizada no bairro Camargos, região Oeste de Belo Horizonte, ficaram sem aula na manhã nesta terça-feira (11). A unidade educacional infantil teve que ser fechada para realização de perícia após ser novamente alvo de bandidos.

O espaço foi arrombado durante a madrugada. É a segunda vez, em menos de 30 dias, que a escolinha é assaltada e fechada. De acordo com a vice-diretora Rosane Moreira de Souza, desta vez os criminosos cortaram o sistema de alarme e arrombaram a porta. 

"Ainda não sabemos o que foi levado porque o local está preservado para o trabalho da perícia", contou. Além da Polícia Civil, que investiga o caso, a Polícia Militar e agentes da Guarda Municipal estiveram no local para o registro da ocorrência.

A expectativa da direção é que a Umei seja reaberta no período da tarde.

 

Insegurança

A Umei Santa Maria, conforme revelou Souza, não tem vigilância fixa. A Guarda Municipal faz rondas constantes, mas nenhum agente foi designado para fazer a segurança exclusiva da unidade. 

A Secretaria Municipal de Educação informou, por meio de nota, "vai viabilizar a contratação de vigilância humana para a unidade, além de analisar outras providências de segurança possíveis para o prédio". 

Violência

No último dia 21 de março a escolinha foi arrombada e assaltada. Na ocasião, os bandidos roubaram televisão, DVD, aparelho de som, carrinho de bebê, além de um jogo de cortina. O seguro foi acionado, mas até o momento os materiais não foram repostos.

assalto umei santa maria