Ao pensar em um hambúrguer artesanal, logo vem à mente uma opção cheia de carne, certo? Pois saiba que, em meio à grande concorrência entre restaurantes, muitos chefs têm buscado criativas e apetitosas alternativas à tradição carnívora. Nas hamburguerias da capital, é cada vez mais comum encontrar alternativas no cardápio que atendam a vegetarianos, veganos e (por que não?) quem gosta de sair da mesmice experimentando sabores diferenciados. 

Localizado no edifício Maletta, no Centro de Belo Horizonte, o Nine Bar e Restaurante oferece duas opções vegetarianas aos clientes: o Cogu Burguer (em que o hambúrguer é feito com três cogumelos frescos) e o Bela Quinoa (com hambúrguer empanado feito de quinoa).

Segundo o chef Leandro Gomes, criador das novidades, desenvolver uma receita de hambúrguer vegetariano requer criatividade e paciência, pois leva-se um tempo até conseguir a consistência adequada ao paladar. “O maior desafio de se fazer o hambúrguer de cogumelos foi dar liga aos ingredientes e conseguir que ele tivesse textura de hambúrguer, para que um carnívoro pudesse comê-lo sem sentir falta da carne. Fizemos vários testes na cozinha para que pudesse ficar alto e com a densidade certa. Começamos com dois tipos de cogumelos, depois vimos que ficava melhor inserindo também o shimeji”, explica Leandro.

Segundo ele, as opções vegetarianas do Nine caíram no gosto dos clientes. “Cerca de 50% dos pedidos são por esses hambúrgueres. Estamos tentando fazer uma versão vegana também, mas isso é mais complicado, pois é difícil desenvolver um bom pão sem ovos”. 

Berinjela

No Bar do Convés, hamburgueria artesanal que funciona durante a noite no Guaja Casa, no bairro Funcionários, região Centro-Sul, o sanduíche Panorama (feito com hambúrguer de berinjela) fez tanto sucesso que hoje o cliente pode pedir qualquer sanduíche do cardápio trocando a carne tradicional pelo recheio de berinjela. 

Vegetariano, Paul McCartney dá nome a sanduíche

Quando abriu a primeira unidade, na Savassi, há quatro anos, o James Burger fez questão de oferecer uma opção com carne de soja para vegetarianos. Não demorou muito para os donos perceberem que deveriam ter mais sanduíches desse tipo no menu. Aí desenvolveram um hambúrguer de champignon.

Atualmente, a empresa, que também tem uma loja no bairro Floresta, na região Leste, tem três inovações no cardápio: duas vegetarianas e uma vegana (com pão feito sem ovos e sem leite), todas com nomes de James famosos – inclusive Paul McCartney, que também é James. 
“Metade dos clientes escolhe sanduíches sem carne, e esse público tem aumentado muito”, diz o chef Victor Zica.

Nas duas unidades da Duke n’ Duke (Centro e Savassi), um dos carros-chefe é o sanduba Green (Al), em homenagem ao cantor de jazz americano Al Green. O hambúrguer é feito com grão de bico, alho poró e batata doce.

hamburguer vegano
Opção cheia de vegetais do Duke n’ Duke, chamada de Al Green 

Além disso

Esta semana aconteceu a inauguração de mais uma unidade da hamburgueria Carros Burgueria & Grill, que além de um espaço no Prado conta agora com uma filial no bairro Caiçara, região Noroeste de Belo Horizonte. A casa tem um rodízio de hambúrgueres artesanais, todos com nomes inspirados no universo automobilístico. 

Para os vegetarianos, a principal opção é o burguer Mercedes, feito com pão com gergelim, hambúrguer de grão de bico, “bacon” de coco, queijo prato, alface, tomate e maionese de páprica defumada. A nova unidade do Carros fica na rua Agostinho Bretas, 126 – próximo ao prédio conhecido como Espigão. Funcionamento de terça a domingo, das 18h às 23h30.