#POSTHD Conteúdo Patrocinado

Aprender inglês em sala de aula é uma boa metodologia, mas, para potencializar o aprendizado, segundo a coordenadora pedagógica da inFlux, escola de idiomas reconhecida em Belo Horizonte, Bruna Iubel, o intercâmbio é a melhor opção. 

Iubel cita seis motivos para optar pelo intercâmbio. Esse é o primeiro motivo.
Conforme a especialista, quando o aluno vai para o intercâmbio, ele fala inglês o dia todo, seja na família, no supermercado ou para pedir informações. Por isso, a absorção de vocabulário, expressões, pronúncia e outros conteúdos é mais eficiente. 

A proposta da inFlux é de um modelo de intercâmbio que concentra aulas teóricas com experiências, num período de 21 dias em Fort Lauderdale, uma cidade ao norte de Miami, na Flórida, para alunos a partir de 15 anos. Como o tempo é curto, Iubel faz um alerta: é preciso deixar a vergonha no Brasil e não ter medo de soltar a língua.

“Tem que tirar a máscara de que não quer errar, não quer arriscar. O importante no intercâmbio é dar a cara a tapa. Você vai ouvir pessoas te corrigindo, vai ter que falar a mesma frase mais de uma vez. Num intercâmbio de três semanas, se a pessoa for com vergonha, ela passa a primeira semana só perdendo a vergonha, aí já perde muito tempo”, explica.
 

Experiência
“Esse intensivo é muito interessante, porque você está em outra cultura. Você não tem escapatória, se obriga a quebrar as travas que cada um tem, e acaba perdendo o medo de falar para se comunicar, seja para pedir uma bebida, uma comida. Dentro desse período, visitamos o Corpo de Bombeiros e assistiu a um julgamento”, relata o engenheiro Paulo Roberto Andrade, de 34 anos, que participou de intercâmbio.

Outro motivo destacado pela coordenadora pedagógica da inFlux é a permanência do aluno em uma casa de família, o que traz uma experiência enriquecedora, multicultural, de troca de experiência e, ao mesmo tempo, conhece novas pessoas, de muitas nacionalidades. Isso porque as casas de família recebem intercambistas de várias partes do mundo. 

Ao morar por um tempo longe da família, o intercambista precisa fazer algumas tarefas sozinho, que antes não eram de sua responsabilidade. Assim, aprende a organizar a rotina e a ser responsável por si mesmo.

Um outro motivo seria a ascensão profissional proporcionada por dominar uma segunda língua, seja por conseguir escrever e ler textos em outras línguas, seja para conseguir conversar e recepcionar clientes ou parceiros de outros países.

E, claro, em um intercâmbio, a diversão é um fator que tem que ser levado em consideração. Como as aulas da inFlux na Flórida ocorrem durante os dias úteis, aos finais de semana eles aproveitam para passear, fazer compras, ir à praia e se divertir.


Por fim, Bruna Iubel esclarece que, para fazer o intercâmbio, é bom que o aluno já saiba o mínimo de inglês. “Imagina se não consegue se comunicar, ler um cardápio? A pessoa tem que saber que não é um investimento que vale tanto à pena se não souber nada. Tem que ser a partir do intermediário, caso contrário, vai ser muito frustrante, ou vai aprender muito pouco”, explica.

inFlux

Paulo Roberto, engenheiro e aluno da inFlux, durante intercâmbio em Miami

 

6 motivos para você investir em um intercâmbio
1 – Melhora seu conhecimento no idioma
2 – Conhece pessoas diferentes
3 – Convive com uma nova cultura
4 – Aprende a ser mais responsável
5 – Experiência para seu currículo
6 – A diversão é garantida!

 

 

Serviço

inFlux - Escola de idiomas

Unidades em Belo Horizonte nos bairros no Buritis, Castelo, Cidade Jardim, Coração Eucarístico, Palmares, Sagrada Família e Sion

Contatos: (41) 3013-7474 / 99911-2208 ou e-mail: felipe@destinoturismo.com.br (Felipe Martins)

 influx.com.br