# Post HD Conteúdo Patrocinado

Em nova turnê e repaginado, o espetáculo “Defunto bom é defunto morto” está em cartaz novamente em Belo Horizonte, no Teatro Nossa Senhora das Dores (Avenida Francisco Sales, 77 – Floresta), a partir desta sexta-feira (6), às 21 horas. 

Com texto de Jair Raso e Ricardo Batista e direção de Ricardo Batista, a comédia é uma trama policial cômica, com roteiro absolutamente inusitado, que vai propor uma interação inédita com o público. A apresentação inicia as comemorações dos 20 anos da estreia, em 1999.

A peça também vai abrir a programação do 1º Festival BH de Artes Cênicas, um novo evento produzido pelo Sindicato dos Produtores de Artes Cênicas de Minas Gerais (Sinparc-MG), para divulgar e promover os espetáculos da capital, durante o mês de julho.

Defunto_Foto_divulgacao.JPG

Interação

No palco, o ator Ricardo Batista, que também dirige o espetáculo, interpreta os diversos personagens que compõem a história e mostra por que a vítima, a faxineira e o delegado ainda fazem sucesso depois de tantos anos. 

“Queremos brincar de esconde-esconde com a plateia e mostrar que há experiências que só o teatro pode oferecer ao público. Os efeitos especiais e o suspense da trama surpreendem o expectador a todo momento”, comentou.

As apresentações acontecem sempre às sextas e sábados, às 21 horas, e aos domingos, às 20 horas, até o dia 29 de julho. O espetáculo é uma produção da Canastra Real Produções.

Serviço:
DEFUNTO BOM É DEFUNTO MORTO

Local: Teatro Nossa Senhora das Dores, na avenida Francisco Sales, 77, Floresta – Tel: (31) 3226-9459
Apresentações: sextas e sábados, às 21h; e domingos, às 20h, até 29 de julho
Ingressos: R$ 20 no posto de venda do Festival BH de Artes Cênicas (Shopping Cidade) e pelo site www.vaaoteatromg.com.br (preço único), R$ 20 (meia) e R$ 40 (inteira) na bilheteria do teatro (1 hora antes das sessões).