#POSTHD CONTEÚDO PATROCINADO

Minas Gerais não tem litoral, mas uma franquia do Estado trabalha firme para bronzear todo o país. A proposta é da Cor de Praia, com sede no bairro de Lourdes, zona Sul da capital. Criada em 2010, a empresa já conta com dois franqueados em Belo Horizonte, no Vila da Serra e na Pampulha. E o audacioso plano de expansão prevê alcançar 100 lojas em todo o Brasil até 2020.

Para o próximo ano já estão em andamento negociações para abrir lojas em São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Mato Grosso. Há ainda estudos para internacionalizar a marca, com propostas em Miami, nos Estados Unidos, e Portugal.
“É um negócio que tem alta rentabilidade e uma procura muito grande”, enfatiza a empresária, idealizadora da marca e franqueadora Karol Palhares.

A Cor de Praia trabalha com produtos exclusivos, fabricados nos EUA, com bases orgânicas e 100% naturais. Além de produzirem o efeito dourado/bronzeado instantaneamente, têm durabilidade de até 14 dias.

Segundo Karol, não há restrições de uso. As recomendações são para evitar banhos muitos quentes e o uso excessivo de piscina, para que o bronzeado fique por mais tempo na pele.

Desde a fundação, a empresa já atendeu a quase 15 mil clientes. Uma das adeptas do método é a maquiadora e modelo Mariane Generoso, de 26 anos, que há dois começou a utilizar o procedimento.

“Com o bronze da Cor de Praia eu evito tomar sol e, com isso, preservo a saúde da minha pele, mas consigo ficar com uma cor bonita. Além disso, não tenho tempo para ficar tomando sol. A aplicação é rápida. Demora 20 minutos”, explica.

Ela ressalta que, ao contrário do bronze conseguido com o sol ou com outros procedimentos, a pele não fica ressecada, mas brilhante, com aspecto mais saudável.

“O conceito da Cor de Praia é saúde: preservar a saúde da pele da cliente. Temos dois tipos de bronzeamento: um mais suave, chamado de make, e outro mais intenso, que é o Prime. A indicação não depende da pele da mulher, mas da personalidade. As pessoas mais discretas, por exemplo, costumam utilizar o mais suave”, ressalta Karol Palhares.

A empresária destaca que não há contra-indicações, mas recomenda que quem estiver com a pele queimada de sol ou descascando não faça o procedimento.

“O produto não tem pigmentação laranja, por isso fica com aspecto natural. Além disso, não sai com facilidade e não suja a roupa. Isso só acontece em casos extremos, quando a pessoa transpira demais”.
A época de maior procura na clínica é justamente durante o verão (que começa oficialmente amanhã), entre o fim do ano e o Carnaval.

Como tradicionalmente esta é a época do ano em que mais chove na capital mineira, é o período em que as mulheres têm menos oportunidade de manter o bronzeado natural.

Drenagem

Além do bronzeamento, que é o carro-chefe da Cor de Praia, na clínica também são realizados outros procedimentos estéticos, como a drenagem linfática com método Renata França e atendimento dermatológicos.

Serviço: Cor de Praia
Endereço: rua Gonçalves Dias, 2175 - Lourdes, Belo Horizonte
Telefone: (31) 3658-4777
Site:
cordepraia.com.br