#POSTHD Conteúdo Patrocinado

A terapia capilar é apenas para homens, certo? Errado. Atualmente, especialistas conseguem melhorar a aparência e a saúde, tanto de homens como também de mulheres, utilizando técnicas e procedimentos desenvolvidos especificamente para aumentar a qualidade de vida das pessoas.

Os tratamentos estão focados em doenças no couro cabeludo, afinamento e diminuição da porosidade dos fios, caspa, oleosidade, alopecia e calvície androgenética (hereditária), dentre outros. “Com a correria do dia a dia, muitas pessoas se alimentam mal, têm uma vida sedentária e quadros de ansiedade. Por isso, a perda de cabelo e doenças no couro cabeludo não é mais um privilégio dos carecas. Doenças no couro cabeludo são um sinal de que algo no organismo não vai bem”, ressalta a terapeuta capilar Josi Campos, que atende na Impaktus Estética, em Belo Horizonte.

Ela enfatiza que a calvície não está ligada somente a questões genéticas, mas há vários fatores que podem causar a perda do fio.
Para realizar o diagnóstico, Josi utiliza um instrumento chamado de tricoscópio, que aumenta a imagem em até 1.000 vezes, conseguindo diagnosticar as doenças que não podem ser observadas a olho nu.

Com isso, é possível verificar se há descama-ção, inflamação ou doenças no fio. O tratamento inclui sessões de alta frequência, laser terapia, aromaterapia, tratamento do fio, ozonioterapia, luz de led e ventosa para desobstruir o folículo e aumentar a produção celular.

Há ainda procedimentos de selagem e fortalecimento da cutícula, reposição dos ácidos graxos da fibra capilar, umectação, hidratação do couro cabeludo, entre outros estímulos para crescimento dos fios.

Todos esses procedimentos são indolores, exceto o microagulhamento, usado em casos mais avançados de queda capilar.
Josi enfatiza que são necessárias 12 sessões durante três meses, sendo uma por semana. Após esse período é feita uma nova avaliação para verificar a necessidade de continuidade do tratamento, já que cada organismo reage de uma forma diferente.

estética capitar

A terapeuta capilar Josi Campos pesquisa o tema há mais de cinco anos

A terapeuta destaca que a manutenção do tratamento realizado pelo cliente em casa é fundamental para os resultados, pois é preciso mudar os hábitos diários com o cuidado com os cabelos para que se alcance o sucesso da terapia capilar.

Equipe

A terapia capilar conta com o auxílio de outros profissionais da saúde para o sucesso do tratamento, como dermatologistas, nutricionistas, psicólogos e endocrinologista. A clínica existe há um ano e meio, mas Josi já pesquisa a área de tratamentos capilares há mais de cinco anos, e desde 2008 atua como educadora técnica.

“Por enquanto são poucos os profissionais que atuam na área da terapia capilar, pois a maioria dos salões de beleza tem como foco embelezamento dos fios”, diz.

Além dos tratamentos capilares, a Impaktus oferece tratamentos estéticos corporal e facial, depilação a laser, manicure e pedicure, dentre outros.

“Queremos oferecer um tratamento personalizado, empregando às clientes saúde e bem-estar por completo, com todo carinho e atenção, cuidando de cada uma da cabeça aos pés, pois a beleza é para todos”, afirma Josi Campos.

Serviço: Impaktus Estética
Endereço: Avenida Álvares Cabral, 344, Lourdes, BH
Telefone: (31) 4102-8797
WhastApp: (31) 98602-7742
Fanpage: facebook.com/impaktusestetica