Clima descontraído, bebida gelada, música boa e muita comida italiana. No cardápio, delícias como carpaccio, macarrão, pizza, lasanha, crostini e outras iguarias do país europeu agitaram a tarde deste sábado (21) em Belo Horizonte. O Nostra Itália - Festival de Carpaccio San Gennaro, massas e vinhos reuniu amantes da gastronomia no Quintal do Chalé, na casa de eventos Chalezinho, no bairro Buritis, para apreciar comidas preparadas por chefs especializados.

Os interessados em se arriscar na cozinha também puderam participar das oficinas de preparo de pratos italianos ministradas por professores e alunos do curso de gastronomia da faculdade Promove. “Tentamos criar, além da atmosfera da gastronomia, do carpaccio e dos vinhos, um espaço cultural, unindo música, pintura ao vivo e oficinas práticas para quem quer aprender a elaborar refeições”, explica a organizadora do Quintal do Chalé, Adriana Marri. 

Assim que ficou sabendo que a festa agregaria diversos pratos da culinária italiana, com estandes de restaurantes belo-horizontinos, o advogado Victor Corrêa aproveitou a oportunidade para encontrar amigos e colocar o papo em dia. “Queria me reunir com pessoas que gosto para degustar e provar do melhor que temos gastronomicamente em Belo Horizonte. Está maravilhoso, a comida está muito gostosa, a bebida é excelente e o ambiente aconchegante”, conta. 

Carpaccio para todos os gostos

O evento é uma parceria do Chalezinho com as faculdades Promove e Kennedy e com o Carpaccio San Gennaro. Para os fãs do antepasto, uma grata surpresa: em uma competição de chefs, alunos de gastronomia do Promove preparam cinco deliciosas opções de carpaccio vendidas em combo. O prato é para todos os gostos. Há desde a iguaria com queijo brie e nozes até o carpaccio recheado com vinagrete de manjericão. 

carpaccio

Iguaria é preparada de cinco formas diferentes em concurso de chefs

Após degustar os cinco tipos, os clientes devem votar em qual dos carpaccios acharam mais saboroso e concorrem a um jantar para 20 pessoas preparado pelo chef Ricardo Nemer, do Carpaccio San Gennaro, fornecedor da carne, com degustação de espumante e cerveja. O chef com mais votos também é premiado. 

O chef e aluno do Promove Rafael Fernandes é responsável pelo preparo do carpaccio bovino com creme de queijo, pesto de rúcula laranja e crocante de parmesão. Rafael está longe de ser marinheiro de primeira viagem: ele ganhou o primeiro lugar na competição Brumadinho Gourmet, em setembro, e agora aposta na receita do antepasto. 

“Participar do festival é incrível, porque, como futuros chefs, aprendemos também a lidar com público, face a face. Fora que qualquer pessoa que gosta de gastronomia tem curiosidade de ver as pessoas cozinhando ao vivo”, conta. 

Oficinas práticas

E a festa não se restringiu à degustação das delícias. Quem desejava conhecer mais a fundo a culinária da Itália teve a oportunidade de colocar a mão na massa e aprender a preparar alguns pratos em oficinas práticas ministradas por professores e estudantes do curso de gastronomia das Faculdades Promove. 

“A ideia do evento é levar um pouco das práticas que nós realizamos dentro das cozinhas dos nossos cursos para espaços em que as pessoas vão para conhecer um pouco mais sobre gastronomia. Por isso, trouxemos oficinas práticas de comida italiana organizadas por nossos alunos. Assim, eles também podem adquirir experiência profissional mesmo antes de entrar no mercado de trabalho”, explica o diretor administrativo do Promove, Paulo Linhares. 

família

Maria Eduarda e os pais, Fernanda e Max, aprenderam a fazer crostinis e lasanha

A pedagoga Fernanda Grey, de 37 anos, levou toda a família para entender melhor o preparo de crostinis e lasanhas. Ela, a filha, Maria Eduarda Silva, de 11 anos, e o marido, Max Silva, de 37, estavam atentos à aula de culinária ministrada pelos chefs e professores do Promove Jackson Cabral e Cidinha Lamounier. Queremos atrair amantes da gastronomia para que possam ver que não é tão difícil preparar um bom prato”, diz Jackson. 

A pequena Maria Eduarda se divertiu montando os tomates frescos em cima do pão italiano. “Gosto de cozinhar com meus pais, estamos pegando várias dicas para fazer em casa”, diz. O incentivo para se aventurar na cozinha vem da mãe e do pai, que acreditam que a atividade consegue unir a família.

“Sempre tento transferir meu amor pela cozinha para minha filha. Cozinhar é um modo de amar o próximo, é na cozinha em que as pessoas se sentam à beira do fogão para conversar, usufruir dos aromas e dos temperos. Acho fascinante”, destaca Fernanda. A pedagoga gostou tanto do workshop que deixou a atividade convencida a cursar gastronomia. “Quero muito fazer o curso! Já estou ansiosa para aplicar o que aprendi aqui em casa”, revela. 

Para o estudante de gastronomia João Tunes Ferrari, de 22 anos, participar como auxiliar das oficinas foi uma boa chance de saber como é o ambiente de trabalho dos chefs. “Em eventos como esse podemos ter contato direto com o público e aprendemos uma dinâmica de cozinha fora da sala de aula”, completa. 

Serviço: Nostra Itália - Festival de carpaccio, massas e vinhos
Endereço: Quintal do Chalé - Avenida Mário Werneck, 530 – Buritis
(atrás do Chalezinho)
Telefone: (31) 3286-3155 ou (31) 99224-4750 (segunda a sexta, das 10h às 18h)
Site: clubechalezinho.com.br
Ingressos: sympla.com/nostraitalia (R$ 5 antecipado)
(*) O valor será reajustado para compras no dia do evento. Crianças até 12 anos não precisam de ingresso. Evento sujeito a lotação