#PostHD Conteúdo Patrocinado

A Trilho Ambiental é a única consultoria ambiental em Minas Gerais, especializada em licenciamento ambiental, com equipe composta por profissionais técnicos e jurídicos capazes de atender empreendimentos de pequeno a grande porte com o melhor custo benefício. "Este é o nosso grande diferencial, temos uma equipe das mais experientes entre engenheiros ambientais, biólogos, arqueólogos e geólogos, como também advogado especialista em Direito Ambiental. Assim, cobrimos todos os aspectos e etapas da concessão de licenças", afirma o consultor e sócio na Trilho Ambiental, Dantte Cunha Melo Saliba, advogado especialista em Direito Ambiental, vice Presidente da União Brasileira dos Consultores Ambientais (UBCA) e membro das Comissōes de Direito Ambiental e de Direito Minerário da OAB-MG.

Além dos licenciamentos ambientais, a Trilho Ambiental também oferece soluções na área de gestão ambiental continuada. Além do acompanhamento de condicionantes e auditorias de certificações como a ISO 14.001, a Trilho, também, edifica projetos de eficiência energética, ou seja, suporte na escolha de equipamentos e práticas com foco na redução de custos da empresa. "Conseguimos, em alguns casos, economia de mais de 30% do consumo de vetores energéticos", acrescenta Dantte Saliba. Neste aspecto, a Trilho Ambiental trabalha com o modelo de "diagnóstico energético e contratos de performance". Garantindo assim, a sustentabilidade do negócio do cliente.

Dantte informa que qualquer empresa, de acordo com o Ordenamento Jurídico Brasileiro, deve estar inscrita no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) e portanto necessita de alvará de localização. De acordo com a atividade exercida pelo empreendimento (de acordo com o Classificação Nacional das Atividades Econômicas - CNAE), capacidade produtiva, localização e número de funcionários, o Empreendimento será submetido ou dispensado da necessidade de obter a licença ambiental. Algumas atividades têm mais impacto à natureza do que outras, o que influi nos requisitos e normas a serem cumpridos durante o processo de licenciamento. Muitos feirantes na tradicional feira Hippie (que ocorre aos domingos na Avenida Afonso Pena, em Belo Horizonte), ao montarem um chinelo ou ao confeccionarem seus artesanatos necessitam da licença ambiental por exemplo.

Irregularidade

Segundo Dantte Saliba, dados oficiais apontam que mais da metade das empresas brasileiras estão irregulares ao operar sem a devida licença ambiental ou ao descumprir suas Condicionantes (obrigações elencadas na licença ambiental). De acordo com o Consultor, a questão não é somente estar em dia com a fiscalização. "As empresas que não têm a Licença Ambiental, quando necessário, não conseguem financiamentos bancários, não podem participar de licitações, não conseguem participar da cadeia produtiva de grandes empresas, não estão aptas a emitir notas fiscais. Ou seja, não podem funcionar", resume.

Independente do porte, as empresas precisam estar em dia com o ordenamento ambiental. Neste sentido, Dantte garante que a Trilho Ambiental está capacitada para atender empresas de pequeno, médio e grande porte. "Algumas consultorias estão especializadas em atender empreendimentos de grande porte. A Trilho Ambiental também, mas temos ótima relação custo e benefício e oferecemos custos mais compatíveis com empresas pequenas e médias", afirma.

"Na Trilho queremos mudar o número de empresas brasileiras irregulares e fazer com que a maioria dos empreendimentos atuem de forma regular e de posse da licença ambiental adequada", estima o consultor, há mais de oito anos no mercado. Ele adianta que a fiscalização tende a aumentar e que sem a licença ambiental há o grande risco de suspensão das atividades, incidência de altas multas, ou até mesmo a ocorrência de crime ambiental, pois a única possibilidade da Pessoa Jurídica responder criminalmente é por crime ambiental. Em conclusão, indaga: "No Brasil atualmente não ha como uma empresa sobreviver à qualquer crise ou ate mesmo crescer e disputar mercado sem a licença ambiental em mãos".

Para Dantte Saliba não conta apenas a questão de se adequar à legislação com medo das sanções e multas. O correto licenciamento ambiental indica estratégias que levam à uma gestão ambiental adequada e, por sua vez, à gestão do risco do negócio e obtenção de redução de custos.

"As empresas podem contar conosco em todas as etapas do processo. Nosso trabalho só termina com a licença na mão do cliente, e se necessário continuamos sempre ao lado dos nossos clientes através da nossa gestão ambiental continuada", sustenta Dantte Saliba, da Trilho Ambiental.
  
Serviço:
Trilho Ambiental - Consultoria Ambiental
Rua Maranhão, 339 - salas 1001 e 1002
Santa Efigênia - Belo Horizonte MG
Fones: (31) 3221-6040 e 3245-8941
www.trilhoambiental.org
Documentações:
Licenciamento Ambiental
Outorga de Recurso Hídrico
Programa de Recuperação de Área Degradada - Prad
Plano de Gerenciamento de Resíduos - PGRS
Documento Autorizativo de Intervenção Ambiental - Daia