Após três anos de especulações, mistérios e uma apresentação controversa, finalmente chega ao mercado global o Nintendo Switch, inclusive no Brasil, via mercado paralelo. Nos Estados Unidos foram registradas grandes filas para a compra do console desde a madrugada de sexta-feira. Ao preço de US$ 300 (R$ 950), o Switch promete ser um videogame de múltiplas possibilidades, sendo um aparelho de mesa e portátil ao mesmo tempo.
Por aqui, onde a Nintendo não tem representação desde o ano passado, o Switch também já pode ser encontrando em grandes varejistas on-line, que importaram o aparelho por conta própria. No entanto, o preço é muito mais salgado do que o cobrado lá fora. Submarino e Americanas, por exemplo, ofertam o console por R$ 3.500. 

Com exceção dos R$ 4 mil cobrados em dezembro de 2013 pelo PS4 “oficial” vendido diretamente pela Sony, o Switch se tornou o console mais caro do mercado, superando até mesmo o PS4 Pro, versão anabolizada do console da Sony com HD de até 2 GB e capaz de rodar jogos com definição 4K, que tem preço inicial na casa dos R$ 2.400.

3,5 mil reais é o preço cobrado por varejistas on-line e lojistas pelo Switch, que repassam os custos de importação para o consumidor 

Paralelo
É possível encontrar o Switch com preços menos salgados em sites de vendas como Mercado Livre. Incontáveis vendedores já o oferecem ao preço médio de R$ 2.500, num pacote básico que inclui o console destacável (a tela com CPU), o dock de mesa e um joystick modular Joy Con.

Conhecido nos grupos de vendas do Facebook e também no Mercado Livre por vender jogos originais de Super Nintendo, garimpados nos Estados Unidos, o mineiro Alusca Fernando também resolveu importar o Switch. “Dois clientes me perguntaram se eu conseguiria trazer o aparelho. Consegui as duas unidades, que incluem ‘Zelda’ por R$ 2.350 e devem chegar nos próximos dias. Mas meu foco mesmo são os cartuchos que têm grande procura por colecionadores”, comenta Fernando que pretende importar um para aumentar a própria coleção de videogames da Nintendo. </CW>

Em BH
Quem quiser comprar em Belo Horizonte é possível adquiri-lo na rede de lojas Game Big. Segundo o vendedor da unidade do Big Shopping Frank Honorato, os consoles começarão a ser entregues na próxima semana. “Vamos receber as primeiras unidades já na terça-feira (7 de março) e vamos revendê-lo por R$ 3.499, preço um pouco alto em virtude das tarifas de importação para eletrônicos, mas damos um ano de garantia”, admite. 

De acordo com o vendedor, há grande curiosidade pelo console, mas pouca gente se dispôs a comprar com receio de que ele repita o fracasso do Wii U. “A turma quer experimentar primeiro antes de pagar”, afirma.

Nintendo
Cesta Básica – O kit padrão do Switch vem sem jogos e com apenas um joystick do modelo Joy Con