Ferramentas digitais que vão modernizar o seu escritório

Advogado Moderno / 30/11/2017 - 06h00

Olá amiga e amigo advogado, tudo bem?
Como falei antes, a internet oferece diversas ferramentas para facilitar a sua vida pessoal e também profissional. Afinal, o universo jurídico não pode ficar de fora das transformações proporcionadas pelo mundo digital, especialmente se elas facilitarem a rotina dos advogados.

Se você é dono de um escritório de advocacia, sabe como é trabalhoso mantê-lo. Além de atuar nos casos jurídicos, você também precisa administrá-lo tal como uma empresa tradicional, equilibrando recursos, procurando colocar as contas “no azul”. Cansativo, não?

Nesse contexto, as plataformas desenvolvidas pelas lawtechs/legaltechs trazem a tão necessária inovação na vida dos advogados. Muitas têm como objetivo otimizar o serviço do escritório, facilitando a vida dos colaboradores, além de úteis para reduzir custos. Em outras palavras, o uso de plataformas digitais pode representar economia de tempo e dinheiro para o escritório.

A AB2L - Associação Brasileira de Lawtechs e Legaltechs, da qual sou um dos fundadores, traz algumas dessas plataformas. Por exemplo, temos startups associadas que acompanham o registro de marcas no INPI. Ou que permitem a elaboração de documentos e contratos que podem ser assinados digitalmente com segurança legal. Ou que ligam consumidores insatisfeitos com as empresas que estão processando com o objetivo de firmar um acordo – tudo isso online.

Participo da AB2L com duas legaltechs. O Dubbio, meu “caçula”, objetiva aproximar o cidadão da informação jurídica e do atendimento de um profissional qualificado em sua cidade. No Dubbio, uma pessoa de fora do Direito pode tirar suas dúvidas através de nosso banco de artigos jurídicos (que abrangem desde pensão alimentícia até direito dos torcedores) e contatar um advogado cadastrado no site, que viva em sua cidade e possa atender seu caso. Assim, o Dubbio se mostra benéfico também ao profissional jurídico, que pode utilizá-lo para captar clientes.

Já o Juris Correspondente, meu “primogênito”, se encaixa no objetivo das startups da AB2L de otimizar a rotina dos operadores do Direito. Afinal, como uma plataforma de advocacia correspondente, o Juris permite que escritórios possam realizar diligências em outras cidades sem precisar que seus associados realizem viagens longas e caras, bastando contratar um advogado local pela internet. Com isso, os escritórios veem suas demandas se realizarem de forma mais rápida, enquanto os correspondentes recebem oportunidades de realizar serviços para outros profissionais.

Mesmo se suas demandas não forem em outras comarcas, o Juris ainda pode lhe beneficiar. Caso você tenha diligências em sua própria cidade que irão demandar tempo e recursos do escritório, por que não contratar um correspondente? Enquanto isso, seu próprio time ficará livre para se focar em questões mais estratégicas.
Acesse o site da AB2L e confira os serviços das empresas participantes: http://bit.ly/siteab2l. Abraços e até a próxima!
 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários