Gerir para progredir!

Advogado Moderno / 11/05/2017 - 06h00

Olá amiga e amigo advogado, tudo bem?

Em qualquer negócio que se pretenda ser rentável, é preciso focar na palavra gestão. Ela qualifica a inteligência de um negócio e é peça central no desenvolvimento de mercado, inclusive para um escritório de advocacia. Além de compreender os trâmites do Direito, é importante que o escritório esteja atento às questões internas administrativas.

Para começar, é preciso ressaltar que o princípio de organização profissional é essencial para que o negócio prospere, já que por vezes surgem empreendimentos que falham justamente por não conseguirem evitar amadorismos e improvisos. Gerir com foco na capacidade de oferecer produtos ou serviços de qualidade deve estar em destaque.

Critérios de planejamento

Quando se pensa no planejamento estratégico de um escritório de advocacia, deve-se buscar compreender os detalhes de todos os processos que fazem o negócio funcionar no dia a dia. Propor um modelo de negócios é um bom começo.
Esse modelo ajudará a conhecer de forma descritiva e objetiva o papel de cada um na estrutura interna do escritório, o perfil de cliente que se tem em vista, os recursos disponíveis, os parceiros possíveis e por que meios as metas podem ser atingidas.

Controle de finanças

Para que o trabalho jurídico possa ser feito com a devida profundidade, a gestão dos recursos financeiros deve, na melhor das hipóteses, ficar a cargo de um profissional especializado. Assim, os assuntos tratados pelos advogados com seus clientes não se misturam às questões de cobrança, deixando isso aos cuidados de outro funcionário.

Com essa devida separação, tem-se também por objetivo a melhor visualização dos processos. Assim, podem-se reduzir custos e despesas, diminuir a inadimplência, estabelecer políticas de reembolso, fazer a gestão de reservas financeiras, além de buscar e avaliar aplicações e investimentos.

Local adequado e equipe bem treinada

Pode parecer menos relevante, mas quando se trata de imagem organizacional é bom pensar sobre o local no qual se atende os clientes. Tudo vai depender de como será pensado o custo-benefício e a projeção de quais meios deixarão o cliente mais à vontade e disposto a fazer negócio. Uma infraestrutura adequada sempre será um investimento que traz pontos positivos de antemão.

Juntamente com o local adequado, é imprescindível uma equipe focada e bem treinada. Para isso, escolher profissionais com perfil de liderança é essencial. A produtividade geral dos envolvidos depende do reconhecimento das potencialidades de cada um e de uma distribuição eficiente das tarefas dentro do escritório.

Tornar rentável um negócio passa por controlar os processos internos, gerenciando recursos e promovendo constantemente a satisfação dos clientes. Afinal, são eles os responsáveis por construir a credibilidade do escritório de advocacia e promovê-lo a outros patamares.

Abraços e até a próxima.

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Comentários